Conferência “Reflexões sobre língua e identidade”

Prof. Dr. Rodolfo Ilari (DL- IEL – UNICAMP)

Minha fala será sobre linguagem, mas não será a de um cientista da linguagem, será o que poderíamos chamar uma “conversa fiada”. A razão é que, em muitos momentos, acabarei por referir-me a circunstâncias pessoais, e esse tipo de intromissão do pessoal, que era possível e mesmo necessária no passado nos textos dos viajantes foi banido há muito tempo da linguagem científica. Suspeito que as pessoas que fazem linguística falam a maior parte do tempo de suas experiências pessoais, mas a separação que Saussure estabeleceu entre língua e fala, e o papel secundário que ele atribuiu a esta última criaram a expectativa de que as pessoas não o façam, ou antes, que falem de si como se falassem apenas de terceiros, aliás de todos os terceiros possíveis e imagináveis.


Imprimir   Email